segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Televisão do preto e branco à de alta definição





 







A televisão é um dos eletroeletrônicos mais populares do Brasil. Segundo a PNAD 2005 (Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geogrfia e Estatística), 92% dos domicílios brasileiros têm pelo menos um aparelho de TV.
Desde que chegou ao País, em 1950, a televisão passou por diversas etapas até se tornar popular. Começou tímida, como artigo de luxo e presente apenas em alguns lares. Ganhou cores e tornou-se, novamente, objeto de desejo, graças aos modelos de plasma e LCD, que, de tão finos, até parecem quadros para pendurar na parede.
A próxima grande mudança será a chegada da TV Digital. Quando o sistema estiver implantado, quem tiver um aparelho de TV HDTV (High Definition Television) poderá transformar a telinha da televisão em uma telona de cinema, tamanha será a qualidade de imagem. Confira, a seguir, a evolução da TV.
1950 No dia 18 de setembro é inaugurada a televisão no Brasil, trazida por Assis Chateaubriand. Com o lançamento da TV Tupi, o Brasil foi o quarto país a ter uma emissora de televisão.
1950 Chateaubriand importou 200 aparelhos e os colocou em praças públicas, padarias, museus e outros lugares estratégicos. Os primeiros modelos domésticos começaram a ser vendidos no Brasil.
1950 Apresentado o primeiro controle remoto (com fio).
1954 Surge o primeiro modelo semi-portátil com fabricação nacional. Era feito em São Paulo pela ERGA. Era feita de madeira.
1955 Já são mais de mil TVs vendidas no Brasil.
1956 Brasil registra 1,5 milhão de telespectadores no mesmo ano em que é criado o controle remoto que dispensa fios.
1963 É feita a primeira transmissão experimental em cores no País.
1970 25% dos lares brasileiros já têm TV. A Copa do Mundo é transmitida ao vivo, via satélite.
1972 É feita a primeira transmissão oficial em cores no País. A responsável pela façanha foi a TV Difusora de Porto Alegre, em março. Era a inauguração da Festa da Uva, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.
1974 A mudança das televisões preta e branca para as em cores ganha força.
1980 Surgem as primeiras televisões portáteis leves o suficiente para serem carregadas e ligadas nos mais variados locais.
1980 Popularização do controle remoto.
1982 - Chegada dos vídeos cassetes.
1987 Surgem os modelos de TV estéreo. A Rede Manchete fez a primeira transmissão experimental.
1992 Primeira tela de plasma full color é apresentada ao mundo.
1996 O mundo chega a marca de 1 bilhão de aparelhos televisivos.
1997 Pioneer lança primeiras televisões de plasma no mundo.
2000 TVs de plasma começam a ser vendidas no mercado brasileiro.
2005 Telas com tecnologia LCD de 40 e 45 polegadas são oferecidas ao mercado.
2006 Cai muito o custo das TVs de plasma e LCD.
2006 Definido padrão de TV Digital no Brasil: o padrão japonês foi escolhido
Características dos equipamentos de TV
Preta e Branca
Era feita em madeira.
Possuía sintonizador manual. Botão rotatório.
Não tinha sintonizador de canal em UHF o que limitava o número de canais.
Era necessário deixar o equipamento esquentar.
O som chegava antes da imagem.
A maioria usava tubo de imagem e era bem larga
Colorida
Som e imagem já chegavam simultaneamente.
Começou a usar diversos tipos de material. Até imitação de madeira.
Painel de botões passou a ser sensível ao toque.
LCD
Os tamanhos variam de 13 a 45 polegadas.
Pode ser vista a um ângulo de até 175º.
É mais leve e menos espessa que as TVs de Plasma.
Funciona bem em ambientes com muita luz.
Gasta pouca energia elétrica.
Funciona como monitor para computadores.
Respondem rapidamente a mudanças de cor.
Plasma
Vai de 32 a 63 polegadas.
Pode ser vista a um ângulo de até 160º.
É mais barata que o LCD.
Tem mais contraste que as telas LCD.
Fique por dentro
HDTV "High Definition Television" (Televisão de alta definição)
Leve o cinema para sua casa: diferente das TVs comuns, mais quadradas e na proporção 4:3, o HDTV funciona na proporção 16:9, o chamado widescreen. Nesse padrão, a largura da imagem é maior que a altura criando uma sensação de imagens cinematográficas.
A qualidade da imagem é mais de duas vezes superior aos monitores analógicos atuais.Nitidez na imagem: graças à tecnologia Progressive Scan, a resolução vertical da imagem é duplicada, o que a torna mais nítida, estável e com maior riqueza de detalhes.
Widescreen: a expansão 4x3 permite a exibição de filmes widescreen em tela convencional. Chega daquelas barras escuras no alto e embaixo dos filmes. Elas viraram coisa do passado;
Alta qualidade em áudio: Graças ao sistema áudio Virtual Dolby Surround que vem integrado aos televisores HDTV, o nível do som do equipamento é semelhante ao de uma sala de cinema
Setop Box: Além de ser fisicamente parecido com os decodificadores das televisões a cabo, o set-top box tem função semelhante. Como boa parte das TVs não está pronta para receber e converter os sinais digitais em imagens, o cabo que trará este sinal deve passar por esse conversor chamado de set-top box que o transformará em um sinal de imagem compreensível a todos os televisores, sejam eles prontos ou não para TV de alta definição.
Se a sua tela de plasma ou LCD é "HDTV Ready", você não precisará de um setop box o que não garante, porém, que as imagens serão reproduzidas em alta definição. Existem TVs de LCD e plasma no mercado que não têm 768 linhas progressivas ou 1080 linhas entrelaçadas de definição índices que devem ser atingidos para que a imagem seja considerada de alta definição.

Fonte: www.wnews.uol.com.br

Seguidores