quinta-feira, 18 de outubro de 2012

COMO SE RECUPERAR FINANCEIRAMENTE

Uma das coisas mais comuns é ter problemas financeiros. E nos dias de hoje, o perigo é ainda maior, devido à grande oferta de crédito no mercado. Nunca foi tão fácil fazer um empréstimo ou comprar parceladas, facilidades que por sua vez acabam por iludir o consumidor, fazendo com que o mesmo gaste um dinheiro que não possui. Se você caiu nas tentações e acabou se complicando financeiramente, daremos algumas dicas de precauções e atitudes a tomar para se recuperar financeiramente.

Diminuir os gastos no orçamento não é fácil para a maior parte das pessoas. Porém, deve-se aprender quando é hora de cortar os gastos. Veja alguns sinais que prenunciam um problema financeiro:
Se você aceita todos os cartões de créditos, deve ficar em alerta. Às vezes, ter muitos cartões e ter a “oportunidade” de pagar o mínimo da fatura faz parecer que a sua renda aumentou, mas isto não é verdade. Uma hora você terá que pagar os totais de seu cartão;
Comprar por impulso: comprar algo que não precisa apenas porque está em liquidação. Esforce-se para não comprar o que não precisa. Não é só porque está com um bom preço que você tem que comprar.
Está sobrando mês no fim do salário? Então é um sinal claro de que há algo errado;
Contar com a ajuda dos pais. Algumas pessoas gastam dinheiro despreocupadamente, sabendo que se estiverem em apuros seus pais o ajudarão. Mas, tem que se ter em mente que os pais não estarão ali, sempre disponíveis;
Se você nunca conseguiu guardar dinheiro na sua vida, é um forte indício de que pode um dia sofrer com problemas financeiros;
Outro problema é não ter ideia do quanto se deve e não se incomodar com esta situação. Isto é um sinal fortíssimo de que seu controle sobre as suas finanças já era;
Se você não possui estabilidade em seu emprego, procure evitar gastos em longo prazo, compras feitas em muitas parcelas;
Então aprendeu a lição de como não se complicar financeiramente? Agora, se você já se encrencou, façamos um resumo de como se recuperar financeiramente:
O primeiro passo é fazer um levantamento de tudo o que se deve. Junte as faturas, os extratos e veja como está o saldo no banco, some tudo e chegue ao montante de sua dívida;
O segundo passo é verificar se há algo que você pode vender para ajudar a saldar a dívida. Se você fez muitas compras por impulso, talvez seja possível devolver o produto ou mesmo vende-lo para levantar um dinheiro;
Muitas lojas e instituições financeiras fazem acordos para que a pessoa quite sua dívida, sendo que esse acordo prevê parcelamentos e descontos nos juros;
Em último caso, há uma opção: fazer um empréstimo. Se você não consegue se controlar, não é muito indicado, mas fazer um empréstimo no valor de suas dívidas transformando aquele montante que você não consegue pagar em parcelas que cabem em seu bolso pode acabar sendo sua última opção. Mas, cuidado com empresas que oferecem crédito fácil e sem burocracia. Geralmente os juros destas instituições são astronômicos! Por incrível que pareça, o melhor juro pode ser encontrado no seu banco mesmo. Mas, só tome esta atitude se você for pagar todas as suas dívidas de uma vez só e tente negociar as mesmas para conseguir uma redução dos juros por pagar a vista, para diminuir ao máximo o valor do empréstimo e depois se cuide para não entrar na mesma situação novamente.
 FONTE: http://www.dicasgratisbrasil.com/como-se-recuperar-financeiramente/

Seguidores